Dicas de Planejamento financeiro para quitar as contas de janeiro Blog Mais Valor

10/01/2020, atualizada em: 10/01/2020

Dicas de Planejamento financeiro para quitar as contas de janeiro

É sempre assim... um novo ano começa, mal dá tempo de desfazer as malas da viagem de férias e já temos que lidar com as famosas contas de janeiro: IPVA, IPTU, Licenciamento do carro, material escolar, matrícula da escola, uniforme, entre outras despesas. Pois é, nós entendemos bem quando essa realidade bate à porta e para te ajudar a administrar os gastos do início do ano e evitar dores de cabeça ainda maiores, confira algumas dicas de planejamento financeiro para este período.

 

1) Faça a sua planilha de planejamento financeiro

Parece óbvio sim, mas muitas pessoas ainda não tem o costume de organizar os seus gastos em uma planilha para visualizar as despesas de uma forma mais clara, com valores, datas de vencimento, formas de pagamento, entre outras especificações. Este é o primeiro passo para um planejamento financeiro eficiente, não somente para as contas de janeiro, mas para qualquer época do ano. Se você ainda não montou sua planilha de planejamento financeiro pessoal, baixe aqui gratuitamente um modelo para começar a se organizar. Ela irá te ajudar ter uma visão mais realista do tamanho do desafio financeiro que há pela frente.

 

2) Pague as contas de janeiro à vista (Se possível)

Quitar as contas de janeiro à vista é sempre a melhor opção para evitar se enrolar com as parcelas no decorrer do ano, quando possivelmente surgirão outras despesas, sem falar que impostos como o IPVA, IPTU, matrículas escolares, podem ter descontos com pagamento em parcela única e antecipações. O valor do desconto costuma variar de acordo com o estado e a cidade do imóvel ou veículo, se for o caso.

 

3) Evite pagamentos com juros abusivos

Evitar juros abusivos é essencial no planejamento financeiro. Por isso, na hora de parcelar alguma conta, caso seja necessário, escolha a opção que tiver menor juros. Evite atrasar o cartão de crédito, por exemplo, que tem juros mensal acima de 8%, aproximadamente, ou entrar no cheque especial do banco, com juros de 151% ao ano. A dica de nossos especialistas em planejamento financeiro é, caso necessário, procure uma opção de crédito para quitar as dívidas, com as menores taxas de juros como, por exemplo, o crédito consignado, com taxas de, aproximadamente, 1,90% ao mês.

 

4) Resista às tentações

Manter o foco nas prioridades é essencial para seguir o planejamento financeiro e não se complicar em dívidas. No início do ano, é comum nos depararmos com liquidações e saldões feitos por lojas de diversos segmentos e, é claro que descontos são sempre positivos, no entanto, é importante tomar cuidado para não cair na “tentação” de levar produtos que não realmente precisamos no momento, apenas por estarem com um preço mais atrativo.

 

5) Fique de olho nos descontos

E falando em descontos, quando se trata de compras que são realmente necessárias nesta época do ano, como os materiais escolares, por exemplo, é bom ficar atento aos preços e pesquisar bastante para conseguir o melhor custo-benefício. Comparar os preços em lojas e papelarias online ou até mesmo adquirir livros usados em sebos, também podem ser boas alternativas para economizar nas contas de janeiro.