Dinheiro x relacionamento: 5 dicas de finanças para casais Blog Mais Valor

02/03/2022, atualizada em: 02/03/2022

Dinheiro x relacionamento: 5 dicas de finanças para casais

Faça um planejamento familiar

Saber para onde o dinheiro está indo é uma regra básica para manter a saúde financeira do casal. Por isso, é importante que ambos anotem seus gastos e rendimentos em uma planilha compartilhada ou em um aplicativo de organização financeira.

É importante que os dois sejam transparentes e anotem tudo, para que seja possível avaliar onde está indo o dinheiro, como é possível poupar e quais alternativas há para fazer o dinheiro render mais.

Vale lembrar que saúde financeira é um processo, por isso exige tempo e esforço até que o ato de anotar e controlar gastos seja um hábito em casa. Por isso, paciência e foco!!

Compartilhem as despesas proporcionalmente à renda de cada um

Toda relação exige equilíbrio, e na hora das finanças não é diferente. Nesse sentido, é preciso que o salário do casal seja dividido proporcionalmente para gastos pessoais e despesas domésticas, assim nenhuma das partes fica sobrecarregada.

Para isso, divida as contas de acordo com o salário de cada um. Essa é a maneira mais justa e simples de organizar as finanças em casal. Lembre-se de encaixar no orçamento os valores que cada um tem para as suas despesas pessoais.

Guarde para emergências

Nunca se sabe o dia de amanhã, por isso sempre mantenham uma reserva para emergências. O ideal é acumular os valores para pelo menos seis meses de contas e gastos com moradia e alimentação.

Além disso, no futuro, esses valores podem ser usados para investir, viajar e trocar de carro. Enfim, para realizar os sonhos e objetivos do casal.

Caso você tenha dificuldade em poupar dinheiro, nossa dica é separar um valor fixo para poupar todos os meses e viver como se recebesse menos do que de fato recebe mensalmente.

Conversem abertamente sobre as finanças do casal

Como falamos anteriormente, transparência é tudo! Mas além de transparência é sempre necessário ter EMPATIA! Conversem sobre seus objetivos de médio, longo e curto prazo e busquem formas para apoiar um ao outro.

É importante fazer disso um hábito entre o casal. Assim, além de ambos trabalharem para realizarem seus sonhos e objetivos, em caso de problemas financeiros, o casal terá liberdade para conversar e resolver junto.

Planejem seus investimentos para médio e longo prazo

Ter objetivos e metas facilita muito o processo de poupar dinheiro. Além de deixar mais simples o processo de guardar dinheiro e planejar as finanças mensais.

Ao acessar nosso site e serviços, você concorda com as condições de nossa política de privacidade e termos de uso.