Planejamento financeiro 2021 Blog Mais Valor

04/02/2021, atualizada em: 04/02/2021

Planejamento financeiro 2021

Planejamento financeiro: como cuidar do seu bolso em 2021

Veja dicas essenciais para começar o ano com as contas em dia

O ano de 2020 foi desafiador, além da crise de saúde, muitas pessoas perderam o emprego, tiveram a renda comprometida e adiaram seus sonhos, por causa da pandemia do novo coronavírus. Entretanto, com o início das campanhas de vacinação mundo afora e retomada das atividades econômicas, a expectativa é que a economia do Brasil, mesmo com perspectiva de alta da inflação, comece a voltar aos trilhos em 2021.

Neste cenário, é preciso ter cautela e um planejamento financeiro pessoal bem estruturado, para colocar as contas em dia, enxugar gastos e garantir, que neste ano, você e sua família consigam tirar do papel os sonhos que deixaram para depois.

Guardar dinheiro é fundamental para seu planejamento financeiro

Não precisa de outra pandemia para você reconhecer a importância de fazer uma reserva emergencial, né? Mesmo para quem não recebe muito dinheiro, recomenda-se guardar mensalmente parte da renda para períodos de emergência, como o desemprego, por exemplo.

A recomendação é acumular o valor necessário para cobrir, pelo menos, seis meses das suas despesas fixas mensais, como aluguel, contas e alimentação. Uma alternativa para gerar esses valores é guardar até 15% da sua renda em ativos de baixo risco e alta liquidez, como o Tesouro Direto e CDBs (Certificados de Depósito Bancário).

Faça um raio X das suas finanças pessoais

Verifique todas as suas entradas e saídas, veja quais são seus gastos fixos e esporádicos e anote tudo. Mesmo as despesas menores do dia-a-dia devem ser contabilizadas agora. O objetivo é que com isso seja possível avaliar com clareza quanto gasta mensalmente e quais as despesas que podem ser cortadas do orçamento, além de mensurar quanto é possível guardar todo mês.

Para isso, você pode usar planilhas de excel, aplicativos ou até mesmo um caderninho e caneta. Busque a alternativa que mais se encaixa na sua rotina e faça disso um hábito para o seu planejamento financeiro.

Defina suas metas e objetivos

Feita toda a análise dos seus gastos, você já pode começar a definir prioridades e montar uma estratégia para o cumprimento do seu objetivo. Uma estratégia bastante recomendada é dividir o planejamento em metas, que seriam como degraus para alcançar o seu objetivo.

Por exemplo, se o seu propósito é fazer um intercâmbio, a primeira meta com certeza será cortar gastos e pagar suas dívidas, para depois escolher qual alternativa você adotará para realizar o seu objetivo (juntar dinheiro, empréstimo, financiamento).

Essa técnica, além de ajudar você a traçar um plano realista e funcional para alcançar o seu objetivo, ameniza a ansiedade de realizá-lo rápido. Isso porque ao longo do caminho, você vai cumprido com pequenas metas que geram satisfação e que te levam até o seu objetivo final.

É muito importante que durante o processo de organizar as finanças pessoais, você inclua a sua família e as pessoas que contribuem com a verba da sua casa e/ou dependem financeiramente de você, converse com elas, explique seus objetivos e certifique-se que todos estejam comprometidos com eles.

E aí, já está colocando todos os seus gastos na ponta do lápis e planejando os seus sonhos? Converse com um dos nossos consultores e veja todas as soluções que temos para lhe ajudar!

A Mais Valor é especializada em consultoria financeira, referência nacional em Crédito Consignado e correspondente dos melhores bancos. Fale com a gente!

Ao acessar nosso site e serviços, você concorda com as condições de nossa política de privacidade e termos de uso.